terça-feira, 23 de janeiro de 2018

ECONOMIA - Temer autoriza que Nubank se torne uma financeira

Um decreto publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial da União permite que o Nubank se torne, oficialmente, uma financeira. Diferentemente de bancos, financeiras não têm autorização para trabalhar com produtos como contas corrente, débito e poupanças, mas podem operar em empréstimos e financiamentos com características específicas, como risco mais elevado, financiamento de veículos usados, convênios com estabelecimentos comerciais.

Na publicação, o presidente Michel Temer autoriza e diz ser do interesse do governo “a participação estrangeira de até cem por cento no capital social da instituição financeira a ser constituída pela Nu Holdings Ltd., sediada nas Ilhas Cayman”. Vale destacar que, embora seja uma empresa brasileira, o Nubank faz parte de uma holding com sede no território caribenho.  

Até então, por ter sede fora do país, a empresa precisava de parcerias com bancos que tivessem operações no Brasil para captar recursos e oferecer crédito aos seus clientes. A autorização para a criação da instituição financeira Nu era a última que a fintech precisava para agir independentemente e perseguida havia dois anos.

O Nubank ainda não divulgou as novidades que pretende lançar, mas autorização do governo permitirá que a empresa crie mais produtos de crédito, sem que se torne um banco. A NuConta, por exemplo, deve continuar sendo apenas uma conta de pagamento, pois a instituição não tem autorização bancária. O decreto, que entra em vigor a partir da publicação, diz ainda que "o Banco Central do Brasil adotará as providências necessárias à execução do disposto".
Nubank

Nenhum comentário: