terça-feira, 16 de setembro de 2014

ELEIÇÕES - Henrique Alves: “Vitória no primeiro turno”. Robinson: “Vamos passar dele e ganhar”

45u3u33333
O candidato do PMDB a governador, Henrique Alves, disse que vai intensificar as mobilizações de rua para manter a vantagem sobre o segundo colocado, Robinson Faria, que, segundo o Instituto Seta, é de apenas 6,3%. O objetivo do peemedebista é garantir essa vantagem, que lhe dá vitória no primeiro turno das eleições deste ano.

“Vamos intensificar as mobilizações de rua para consolidar nosso crescimento no sentido de manter a vantagem que nos garante a vitória no primeiro turno”, destacou Henrique, que concilia a campanha com a campanha eleitoral ao governo do Rio Grande do Norte com a agenda de presidente da Câmara dos Deputados, em Brasília.

A estratégia do candidato e manter a mobilização nos municípios, junto às bases eleitorais. “Todos os municípios que visitamos dão mostras de que estamos no caminho certo”, afirmou Henrique ao Jornal de Hoje.

De acordo com o Instituto Seta, Henrique venceria essa eleição no primeiro turno, se o pleito fosse hoje. Ele teria 35% das intenções de voto, contra 28,2% de Robinson Faria. A diferença entre eles é 6,8%. Ainda de acordo com o levantamento, Henrique e Robinson seriam seguidos por Robério Paulino (PSOL), com 3%, Simone Dutra (PSTU), com 2,3%, e Araken Farias (PSL), com 0,4%. Não sabe/Não respondeu pontuou 17,6% e Ninguém/branco/nulo, 13,5%.

Robinson Faria
Restando 20 dias para a eleição deste ano, o candidato do PSD, Robinson Faria, se mostra bastante otimista em relação à virada e à vitória. Momentos antes de conceder entrevista a uma emissora de TV, nesta segunda, ele falou com a reportagem de O Jornal de Hoje. “Minha expectativa é totalmente motivada pelos últimos momentos de contato com a população, que é de incentivo e sinalização de vitória, o que demonstra uma opção clara da população, do meu ponto de vista, em quebrar o paradigma das sucessões das famílias políticas que ao longo desses anos governaram esse Estado”, afirmou.

Nenhum comentário: