quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

REALIDADE - Nem os mortos está tendo sossego

Já se foi o tempo onde se dizia que depois que morre, tem sossego. Pelo menos em dois casos neste novo ano, contradiz o ditado.  Neste dia 2, em Campina Grande, na Paraíba, a Polícia Civil interrompeu um velório  depois de uma denuncia anônima de que o homem teria sido vítima de violência. O corpo que estava sendo velado foi levado para passar por uma necropsia e depois de feito os exames de praxe, se descobriu que o homem de 61 anos, morreu após um infarto.


Já no bairro Sapiranga, em Fortaleza, bandidos retiraram um corpo do velório e incendiaram na noite desta terça-feira (2). De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, o velório de Anderson da Silva (22), que acontecia em uma residência, foi interrompido quando um grupo entrou no local e arrastou o caixão até a rua. Nesse momento, os suspeitos atearam fogo ao cadáver.

Nenhum comentário: