sábado, 25 de junho de 2022

ESPORTE - Flamengo venceu e convenceu, mas poderia ter goleado

 

uol.com.br

Em momento turbulento com a torcida, que contou com a presença de Vinícius Júnior, o Flamengo reencontrou o caminho das vitórias ao bater o América-MG por 3 a 0, neste sábado, no Maracanã, pela 14ª rodada. Gabigol foi do céu ao inferno e chegou a ser vaiado pelos torcedores após desperdiçar um pênalti. No entanto, a noite terminou em festa com o triunfo do time rubro-negro.

O resultado levou o Flamengo aos 18 pontos, dez ainda atrás do líder Palmeiras, que não entrou em campo na rodada. O América-MG, por sua vez, conheceu o oitavo tropeço consecutivo no torneio e aumentou ainda mais a pressão em cima de Vagner Mancini. O time mineiro tem 15 pontos.

Dorival Júnior surpreendeu ao colocar uma defesa completamente diferente do que vinha colocando nos últimos jogos e deixando nomes como Pablo, Filipe Luís, dentre outros, no banco de reservas. Do outro lado, também uma mudança inesperada. Aloísio, o ‘boi bandido’, ficou como opção, enquanto Henrique Almeida voltou a ganhar nova chance entre os titulares.

O jogo também foi de festividades para Éverton Ribeiro e Juninhos, ambos bateram a marca de 300 jogos por seus respectivos clubes. Por jogar em casa, o meia do Flamengo foi homenageado antes da partida, um pouco antes de Dorival Júnior e Vagner Mancini conversaram sobre o Tolima, próximo adversário do time rubro-negro na Libertadores.

Em campo, o Flamengo foi mais incisivo, mas ainda longe de ter uma grande atuação. Mesmo assim, criou boas oportunidades, que exigiram defesas importantes de Matheus Cavichioli, que estreou na temporada após passar por um procedimento no coração.

Nenhum comentário: