terça-feira, 6 de abril de 2021

ALTO DO RODRIGUES - Vacinação contra a Covid no município para Portadores de Down, Autistas e Deficientes Intelectuais


Na sessão ordinária desta segunda (05), os vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei (674/2021), que inclui nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid no município, portadores com Síndrome de Down, Autistas e Deficientes Intelectuais, maiores de 18 anos. O autor da propositura é o vereador João Batista Fernandes de Carvalho (Batista de Zé de Cícero, do Republicanos).

Em sua justificativa, o parlamentar disse que essas pessoas tem alterações imunológicas importantes decorrentes, principalmente, das dificuldades alimentares e de funções de estruturas orgânicas como o trato respiratório e sistema imunológico. “por isso é essencial seguir as recomendações de prevenção para evitar a doença nesse grupo de risco”, defendeu Batista de Zé de Cícero.

Também foram aprovados por unanimidade, cinco requerimentos, confira:

Os Requerimentos 22, 23 e 24 são de autoria do vereador Taildo Barros. O nº 22 solicita a recuperação do calçamento e serviços de drenagem da Rua João Zacarias; O nº 23/2021 requer a limpeza e remoção da vegetação da entrada da cidade na comunidade de São José. Já o Requerimento nº 24/2021 o parlamentar solicita a recuperação do calçamento da Rua Dalvino Ferreira.

O vereador Pedro Eugênio solicita através do requerimento nº 25/2021 monitoramento por câmera de segurança nas entradas da cidade e locais vulnerável à violência.

Já o vereador Zé Pedro, solicitou através de um requerimento verbal (26/2021), que seja ampliado o horário de atendimento nos PSF´s para a vacinação da população contra a Covid. De acordo com o parlamentar, o horário passaria a ser o seguinte: Das 07 às 12 horas e de 13 às 19 horas.

Trâmite:

Os Requerimentos são encaminhados para o prefeito para que tome providências. O Projeto de Lei, o chefe do executivo tem até 15 dias para sancionar (aprovar ou não). Se o prefeito vetar (reprovar), volta para a Casa Legislativa e a Mesa Diretora da Câmara quebra o veto e torna Lei, passando a ter validade.

Nenhum comentário: