terça-feira, 24 de julho de 2018

TECNOLOGIA | QUE tal passar no raio-X do aeroporto sem ter que tirar o laptop da mala?


Passar pelo raio-x do aeroporto é uma das partes mais chatas para quem viaja de avião. É preciso tirar o laptop da mala, colocar todos os líquidos – de até 100 ml – em um plástico transparente e, muitas vezes, esperar em uma longa fila. Mas essa “rotina” pode mudar em breve. Os Estados Unidos começaram a testar na última semana no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, um novo sistema de escâner de bagagem de mão para ser utilizado nos aeroportos do país.

O novo equipamento funciona como uma tomografia computadorizada, que permite aos agentes de segurança terem uma visão mais precisa dos itens dentro das malas dos passageiros. Com o aparelho, as autoridades de aviação afirmam que os processos de inspeção de segurança poderão ser mais ágeis.
Com o sistema atual, os passageiros são obrigados a retirar líquidos e laptops da mala de mão, e a fila do raio-x fica mais lenta. A substituição das máquinas de raio-x por equipamentos de tomografia computadorizada permitirá que esses itens permaneçam dentro da bagagem de mão durante todo o tempo. É que os agentes de segurança podem ter uma visão 3D dos itens dentro da mala e girar a imagem em todas as direções. O atual sistema de raio-x permite apenas uma visão 2D estática.

Nenhum comentário: